TEC
Teatro Experimental de Cascais

O SONHO

de August Strindberg

TEC Teatro Experimental de Cascais
162ª produção | 2019

Co-produção Escola Profissional de Teatro de Cascais
* integra o 36º Festival de Almada (05 a 18 de Julho)

O SONHO
de August Strindberg

versão | dramaturgia Graça P. Corrêa
encenação Carlos Avilez
cenografia | figurinos Fernando Alvarez
coreografia Natasha Tchitcherova
voz | canto Ana Ester Neves
apoio ao movimento Cláudia Nóvoa e David Chan
direcção de montagem Manuel Amorim
contra-regra | montagem Rui Casares
desenho som surround | operação de som Hugo Neves Reis
operação de luz Jorge Saraiva
assistência de encenação Rodrigo Aleixo
execução de figurinos Rosário Balbi
fotografias de ensaio e cena Ricardo Rodrigues
registo vídeo do espectáculo MiguelÂngelo Audiovisuais
produção | comunicação Paula Fernandes
produção executiva Raul Ribeiro
secretariado Maria Marques
contabilidade Ana Landeiroto
bilheteira Sheila Madeira
manutenção de guarda-roupa Clarisse Ribeiro
assistência de maquilhagem e adereços Bruna Ortega e Sofia Shan

com Miguel Amorim, Luiz Rizo, Renato Pino, Ruy de Carvalho, Sérgio Silva, Teresa Côrte-Real

com os finalistas da Escola Profissional de Teatro de Cascais André Miguel, Beatriz Alencar, Beatriz Beja, Beatriz Gonçalves, Beatriz Guimarães, Beatriz Oliveira, Bruna Lima, Bruno Cruz, Carolina Ferraz, Catarina Chora, Catarina Mendonça, Catarina Silva, Constança Antunes, Diogo Viegas, Fernanda Guimarães, Francisco Mendes, Francisco Monteiro Lopes, Inês Chaveiro, Inês Lourenço, Inês Rocha, Inês Tiago Silva, Isabel Marques Mendes, Joana Goldschmidt, João Fialho, João Klymenko, Kuka Rosa, Leandro Paulin, Madalena Ghira, Margarida Rainho, Mariana Castro, Mariana Fonseca, Mariana Gonçalves, Mariana Guerreiro, Rafael Carvalho, Rita Boavida, Sara Rosa, Sofia Ramos, Teresa Jerónimo 

e os alunos do 1º e 2º ano Baltasar Marçal, Beatriz DominguesCarlota David, Carlota Guerreiro, Carolina Basto, Carolina Faria, Carolina Flores, Daniela D'Or, Daniela Miranda, Diogo Letra, Diogo Nunes, Filipe Feio, Gonçalo Braga, Gonçalo Peres, Henrique Caetano, Hugo Narciso, Inês Proença, Inês Ribeiro, Inês Saramago, Jaime Pinto Gamboa, Joana Raposo, Lara Soares, Laura Baptista, Leonor Carvalho, Madalena Madruga, Madalena Marques, Marco Sá Pedroso, Marco Teixeira, Maria Almeida, Maria Freire, Pietro Pianetti, Raquel Ferradosa, Rita Roque, Rita Vicente, Samanta Correia, Sara Filipe, Susana Luz, Tomás Garcia

O Sonho que Sonhei...

Este espetáculo significa para mim o sonho unificador de uma longa viagem no teatro. Por isso me sinto grato e imensamente feliz de que este Sonho faça parte do Festival Internacional de Almada 2019, no mesmo ano em que prestam homenagem à minha vida e obra no Teatro, através de uma exposição concebida por José Manuel Castanheira.
O Sonho que agora apresentamos é o de August Strindberg, escrito em 1901 e apresentado pela primeira vez na Suécia, em 1907. Com versão e dramaturgia de Graça Corrêa, trata-se de um texto precursor do expressionismo, do surrealismo e do Absurdo no teatro, de uma partitura de fragmentos que questiona o sentido da existência humana e a presença do Sagrado na vida e na morte.
Assim como o título original de Strindberg pode ser traduzido como "Uma peça que sonhei", este é também o sonho que projetei e imaginei como encenador, num ano em que celebro 63 anos de teatro. Na terra deste Sonho, evoco as memórias de outras peças que encenei no TEC, muitas delas de um teatro eminentemente teatral, frequentemente absurdo ou de nonsense, através de reminiscências visuais e artefactos cénicos da minha viagem, num espaço composto pelo cenógrafo e figurinista Fernando Alvarez. Sonhamos por isso com as paisagens de Hieronymus Bosch e do próprio Strindberg (em pinturas lindíssimas que recentemente descobrimos); e com as imagens perturbadoras de Graça Morais e as mulheres angustiadas de Paula Rego, artistas de referência no meu trabalho criativo. Evoco igualmente, neste Sonho, ambientes sonoros e musicais e momentos marcantes: de canto, com o apoio da cantora lírica Ana Ester; e de dança, concebida pela bailarina-coreógrafa Natasha Tchitcherova.
Este Sonho é um verdadeiro encontro de vários sonhos. No âmbito do rejuvenescimento do nosso público e do lançamento de novos valores nas áreas da representação-como atesta o elevado número de atores que se formaram desde há 25 anos na EPTC em articulação com o TEC e que atualmente se destacam no teatro, no cinema e na ficção televisiva-este espetáculo coincide com a prova final de aptidão profissional de trinta e nove alunos finalistas da Escola Profissional de Teatro de Cascais. O colectivo deste espetáculo conta com atores profissionais do TEC, de uma companhia com quase 54 anos de existência; e ainda com a interpretação do ator de prestígio e talento incontestáveis, Ruy de Carvalho. Numa verdadeira celebração do teatro no teatro, o elenco é complementado com a participação de trinta e nove alunos não-finalistas da EPTC, consolidando a perspectiva de integrar a formação com a produção teatral, que prosseguimos há 15 anos.
Desafiado pela estética onírica e violentamente absurda que sempre me apaixonou, este meu Sonho é como uma obra-vida da qual desconheço afinal o fim, porque estará em continua transformação, à espera do encontro com cada um dos espetadores que o irão rematar, usando da sua própria imaginação.

Carlos Avilez, Maio 2019

M/12 anos
duração: 110 minutos sem intervalo

05 a 31 JUL. 2019
Ter. a Sáb. às 21h00 | Dom. às 16h00
Seg. 29 JUL. às 21h00

Teatro Municipal Mirita Casimiro
Av. Fausto de Figueiredo, MONTE ESTORIL 

informações e reservas: acontecenotec@tecascais.com | 214 670 320
bilhetes à venda também em lojas FNAC e TICKETLINE 

horário de bilheteira

  •  de terça-feira a sábado a partir das 16h00 | domingos a partir das 14h00


preços

normal

12,50€

desconto >65, profissionais de espectáculo

7,50€

desconto estudantes artes 

5,00€

21 e 28 de JULHO | Domingo
CONVERSA COM O PÚBLICO

após a apresentação do espectáculo O SONHO de A. Strindberg 

27 de JULHO | Sábado 
mostra_M

16h00 - CONVERSA sobre O SONHO de A. Strindberg
participação especial Helena Pilsas Ahlin, Exma. Embaixadora da Suécia
com Carlos Avilez e Graça P. Corrêa

17h00 - MOMENTO MUSICAL
programação Ana Ester Neves
colaboração dança Helena Vascon
ilustração Guilherme Gouveia
soprano Cristina Ribeiro
pianista João Vicente
bailarinas Amélia Graça, Joana Antunes, Leonor Gaspar, Marta Nunes e Raquel Lopes da Academia Sulydance

Fotografias de Cena
© Ricardo Rodrigues  


Fotografias de Ensaio
© Ricardo Rodrigues 


Materiais de Divulgação