TEC

Teatro Experimental de Cascais

CASIMIRO E CAROLINA

de Ödön Von Horváth

© Ricardo Rodrigues

TEC Teatro Experimental de Cascais
172ª produção | 2022

CASIMIRO E CAROLINA
de Ödön Von Horváth
versão | dramaturgia Graça P. Corrêa
a partir da tradução de Maria Adélia Silva Melo

encenação Carlos Avilez
cenografia | figurinos Fernando Alvarez
coreografia Rita Spider
apoio vocal Ana Ester Neves
desenho de luz Paulo Santos
desenho de som surround Hugo Neves Reis
direcção de cena Rodrigo Aleixo
produção Raul Ribeiro
assistência de encenação Rodrigo Aleixo
assistência de cenografia, figurinos e adereços Ricardo Reis
assistência de desenho de luz Maria João Arsénio
direcção de montagem Rui Casares
operação de luzes | montagem Jorge Saraiva
montagem Nuno Santana
assistência à operação de som Tânia Barbosa
execução de figurinos Rosário Balbi
costura Emília Cunha, Inês Ariana, Luísa Cambeta, Miriam Perez, Pedro Rodrigues, Sandro Canossa
fotografias de cena | materiais gráficos Ricardo Rodrigues
secretariado Maria Marques
contabilidade Ana Landeiroto
auxiliar de manutenção Clarisse Ribeiro
bilheteira Teresa Jerónimo
frente-de-casa Gonçalo Braga, Laura Baptista

interpretação
Carolina Faria, Luiz Rizo, Renato Pino, Sérgio Silva, Teresa Côrte-Real
e
Ana Falcão,Ana Lia Oliveira, André Carmo, Astra Gonçalves, Beatriz Cabo, Carolina Pires, Carolina Ramirez, Catarina Bertrand, Catarina Nogueira, Constança Santos, David Fernandes, Diana Fox, Diana Palmerston, Ema Subtil, Filipa Silva, Filipe F., Gabriela Sanjuán, Henrique Pires, Inês Nunes, Joana Catalão, Joana Cravo, Joana Peyroteo, Leca Leal, Leonor Akslen, Leonor Canas, Leonor Direitinho, Luísa Rosado, Madalena Lopes, Mafalda Leitão, Manuel Ruiz, Maria Rodrigues, Marta Gomes, Matilde Durão, Matilde Peres, Melissa Bandeira, Melissa Lopes, Pedro Guerreiro, Rafael Paes, Rafael Raro, Rita Fernandes, Rita Ferreira, Rodrigo Silva, Tomás Vinhas, Vera Macedo, Vicky Da Silva, Yolanda Telo (finalistas da ESCOLA PROFISSIONAL DE TEATRO DE CASCAIS)

Afonso Lourenço, Afonso Sevivas, Beatriz Silva, Bruna Tibiriça, Diogo Sargento, Filipa Ferreira, Gonçalo Arroja, Guilherme Lopes, Inês Albuquerque, João Martins, Madalena Cobra, Maria Baltazar, Maria Mingote, Rafael Leitão, Tomás Faro (alunos da ESCOLA PROFISSIONAL DE TEATRO DE CASCAIS)

Textos e organização do programa: Graça P. Corrêa 


SINOPSE

Casimiro e Carolina de Ödön von Horváth é uma balada sobre o amor em tempos de crise. Situada no contexto da grande depressão económica e concomitante ascensão do nazismo que assolou a Alemanha em 1929, a ação desenrola-se na Festa da Cerveja de Munique, num espaço de feira povoado de multidões, carrosséis, montanhas russas, jogos de força, espetáculos de variedades e barracas de monstros. É neste lugar de distração e de entretenimento desenfreado que se dá a separação simbólica do casal Casimiro e Carolina, uma separação supostamente incitada por banais desentendimentos mas que na realidade denota a profunda incomunicação entre seres humanos. De forma crua e brutal, Horváth desenha a imagem de um mundo em que todo sentimento é determinado pelo interesse e pela economia, em que os sonhos das pessoas são moldados pelo consumo até à última consequência. Embora esta fábula sobre a condição humana esteja cheia de violência gratuita, também é permeada de momentos de comédia e ironia. Nas palavras do próprio autor, trata-se de "uma balada de uma tristeza silenciosa, mas que é suavizada pelo humor".
Graça P. Corrêa

M/12 anos


08 a 30 JUL. 
Teatro Municipal Mirita Casimiro, Estoril | Ter. a Sáb. 21h00 | Dom. 16h00


BILHETEIRA

informações e reservas: acontecenotec@tecascais.com | 968 780 966

horário da bilheteira:
terça a sábado das 19h00 às 21h00 | domingo das 14h00 às 16h00

bilhetes à venda lojas Fnac | BOL 


preços

normal

15,00€

desconto profissionais do espectáculo e maiores de 65 anos

10,00€

desconto estudantes de artes

5,00€

Reserva Online

Reserve a sua sessão com tempo. Confirmaremos a sua reserva via e-mail.