TEC

Teatro Experimental de Cascais

SE ISTO É UM HOMEM

de Primo Levi

SE ISTO É UM HOMEM
de Primo Levi
tradução Simonetta Neto

encenação Rogério de Carvalho 
cenografia Manuel Graça Dias e Egas José Vieira
luz Guilherme Frazão
som Miguel Laureano
pintura de cena Diogo Costa

interpretação: Cláudio da Silva

COMPANHIA DE TEATRO DE ALMADA
Apoio: Instituto Italiano de Cultura de Lisboa


sinopse
Testemunho perturbante sobre o Holocausto, Se isto é um homem é uma obra-prima que ensaia uma análise fundamental sobre o mecanismo do campo de concentração, sobre a humilhação do homem pelo homem, visando o extermínio. Primo Levi (1919-1987) escreveu este pedaço literário e documental à saída do inferno concentracionário de Auschwitz - uma narrativa de grande contenção, organizada em pequenos capítulos que são como estilhaços da memória. Após ter sido recusado para publicação, conhecendo em 1947 uma edição de autor de circulação restrita e recebida com indiferença, o texto teria de esperar por 1958 para ser editado com a dignidade que merece, e, desde então, tem sido traduzido e publicado em todo o Mundo.
É a primeira vez que Se isto é um homem é adaptado para teatro em Portugal, depois de o actor inglês Antony Sher ou de o encenador sueco Lars Norén o terem feito nos seus países. Numa altura em que o discurso de extrema-direita volta a ganhar espaço na Europa, importa levar à cena este texto de um sobrevivente do genocídio dos judeus no século XX, cumprindo um dos seus desígnios: que não se apagasse jamais a memória de um dos períodos mais negros da História da Humanidade.

Rogério de Carvalho (n. 1936) foi distinguido em 1980 com o Prémio da Crítica para a melhor encenação com Tio Vânia, de Tchekov, e em 2001 com o Prémio Almada de Teatro, pelo Ministério da Cultura. Este antigo professor de liceu e pedagogo do teatro dirigiu espectáculos nos principais palcos portugueses e trabalhou com incontáveis companhias, sem nunca pertencer a nenhuma. Para a CTA, assinou as encenações de A Menina Júlia , de Strindberg (1986), Fedra , de Racine (2006), Frei Luís de Sousa , de Almeida Garrett (2015), entre muitas outras e para o TEC encenou Tartufo, de Molière (1987).

«Como é fraca a nossa carne! Apercebo-me plenamente de quanto são inúteis estas fantasias da fome, mas não consigo escapar à lei comum.
Se voltasse a acontecer de novo... Absurdo; se há uma coisa certa no Mundo é exactamente esta: não voltará a acontecer de novo.»

Primo Levi, in Se isto é um homem

M/12 anos
duração: 90 minutos


8, 9 e 10 OUT.
TEATRO MUNICIPAL MIRITA CASIMIRO | Sex. e Sáb. 21h30 | Dom. 16h00


BILHETEIRA

bilhetes à venda na TICKETLINE

preços

normal

12,50€

desconto profissionais do espectáculo e maiores de 65 anos

10,00€

desconto estudantes de artes

5,00€